Implante Dentário Zigomático Curitiba

O implante dentário zigomático é um recurso complexo da odontologia é outra espécie de implante dentário, porém fixado no osso zigomático. Em alguns casos não há osso suficiente remanescente na mandíbula que possa sustentar um implante dentário. Isso também pode estar associado à impossibilidade ou inviabilidade de um enxerto ósseo.

O osso da mandíbula e maxila, sem a presença de dentes ou implantes dentários retrai. Esse efeito chamado de retração óssea é o processo gradual em que o osso atrofia, por isso da necessidade de se instalar um implante dentário o mais rápido possível quando ocorrer a perda de um dente.

Muitas vezes, por uso continuo de anos, a prótese total (dentadura) e a prótese parcial removível, permite que o osso retraia. Da mesma maneira que o osso retrai a gengiva acompanha o osso e cada vez mais torna-se difícil a retenção da prótese total durante a fala e mastigação. Além disso, a retração óssea inviabiliza a colocação de implantes dentários para um protocolo (prótese total fixa em implantes dentários). Para esse problema existem duas soluções, enxerto ósseo, e o implante zigomático, no caso da arcada superior.

O Implante dentário zigomático é fixado no osso das maçãs do rosto (o osso zigomático), que tem a robustez suficiente para sustentar o implante dentário.

Qual a vantagem?

Não há necessidade do enxerto ósseo, com osso de outra região do corpo, e da cicatrização do enxerto ósseo. Ou seja, permite a colocação da prótese total fixa (protocolo) com possibilidade de utilizar a carga imediata. O paciente tem de imediato, os benefícios de dentes funcionais e maior confiança ao falar e mastigar. Porém é um procedimento delicado que deve ser realizado somente por especialistas experientes e em casos indicados. A cirurgia é feita no hospital com anestesia geral.

Consulte um profissional no CEOPAR para ter mais informações sobre o implante dentário zigomático.