É necessário refazer um implante dentário?

Os implantes dentários oferecem uma infinidade de vantagens aos pacientes com dentes ausentes (seja por motivo de extração ou fratura), afinal, para além da estética, facilitam a fala e a mastigação e evitam irregularidades ou desalinhamento dos dentes laterais remanescentes. Esses cilindros metálicos de titânio inseridos no osso e abaixo da gengiva exercem o mesmo papel da raiz do dente e são bastante procurados por pacientes que buscam recuperar sua confiança e qualidade de vida.

Apesar de todos esses diferenciais citados, inúmeros motivos podem, sim, tornar necessário refazer os implantes dentários. Embora possam ultrapassar 25 anos, a durabilidade de um implante dentário está relacionada com uma série de fatores, tais como qualidade da higienização, frequência da consulta ao dentista, hábito de morder lápis ou pontas de caneta, estilo de vida (fumante, por exemplo) e consumo de alimentos extremamente duro. Entenda melhor o que pode danificar as coroas revestidas a cerâmica e causar perda do implante:

# 01. Planejamento

A escolha de profissionais competentes e de próteses adequadas para suprir as necessidades de cada paciente é extremamente importante para evitar sobrecarga no implante, perda óssea e diminuição da durabilidade.

# 02. Higiene oral adequada e visitas de manutenção

Outro motivo que causa perda do implante com frequência é a periimplantite, um processo infeccioso em torno do implante. Essa condição é favorecida, entre outros motivos, por higienização oral insuficiente e inadequada. Por isso, o retorno ao dentista depois de receber implantes dentários com a frequência necessária é essencial para identificar possíveis problemas com os implantes em fase inicial e reversível.

# 03. Doença Periodontal

Doenças periodontais afetam as estruturas de suporte dos dentes e, consequentemente, dos implantes dentários. Sendo assim, pacientes com doenças periodontais precisam de acompanhamento odontológico mais frequente do que o habitual, podendo ser necessário, inclusive, refazer o implante dentário.

# 04. Diabetes

Pessoas com diabetes não controlada pode ter a osseointegração prejudicada ou desenvolver doença periodontal. Daí a importância de acompanhar e controlar a glicemia antes, durante e após a colocação de implantes dentários para prolongar a durabilidade das próteses.

# 05. Tabagismo

Para concluir a relação de causas mais comuns que exigem novos implantes dentários, é importante mencionar os riscos de pacientes tabagistas, afinal, fumantes apresentam casos de insucessos muito mais altos, tendo em vista que o fumo causa vasoconstrição e o organismo tem piora na resposta imunológica em quadros infecciosos, como acúmulo de placa e doença periodontal.

# De olho na dica! A manutenção dos implantes deve envolver checkups regulares no dentista, realização de raio x, análises e ajustes da prótese, bem como a limpeza diária dos dentes e a higienização profissional a cada 6 meses no consultório do dentista.

Para solicitar uma avaliação personalizada e obter mais dicas sobre a necessidade de refazer implantes dentários, agende a sua consulta de rotina no CEOPAR pelo número (41) 3338-7029 e conheça um dos melhores centros odontológicos do país. Dispomos de uma infraestrutura completa e elegante, além de consultórios com equipamentos e materiais de última geração para oferecer o que há de melhor em tratamentos odontológicos. Conte com uma equipe altamente qualificada e compromissada com a saúde bucal de seus pacientes!

Compartilhe

Prótese sobre Implante

Prótese Sobre Implante Diversamente à prótese sobre dente, indicada quando o paciente ainda tem a raiz fixada no osso, a prótese sobre implante se [...]

2020-07-15T14:31:17-03:00
Ir ao Topo